28/04 - Gazin

Alta dos combustíveis impulsiona vendas de motocicletas

Com a alta vertiginosa dos preços do combustível e a subida nas taxas de financiamento de carros, diversos brasileiros têm optado pela aquisição de motos, por ser uma alternativa de transporte mais acessível e econômica que os automóveis. Segundo dados da Associação Brasileira das Administradoras de Consórcios (ABAC), em março, o número de vendas de motocicletas foi maior que de carros. Foram 110,1 mil unidades de motos vendidas, enquanto registraram-se 108,2 mil compras de carros.

O recuo de 25% na venda de automóveis no primeiro trimestre de 2022 se contrapôs ao avanço de 33,7% de licenciamentos de motos no mesmo período. "O preço mais alto do combustível está incentivando o uso de motocicletas", comentou o presidente da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), José Maurício Andreta Júnior, à ABAC.

Andreta Júnior complementa que, embora o índice de créditos de financiamento aprovados por bancos para venda de motos seja menor que o de carros, o crescimento de adesão de consórcios para aquisição dos veículos de duas rodas tem compensado na hora da escolha dos brasileiros.

O plano de consórcio de Motos é um dos mais buscado no Consórcio Gazin, que oferece opções personalizadas conforme as necessidades de cada consorciado. É possível adquirir cartas de crédito de até R$ 20.000,00, com parcelas a partir de R$ 90,39 mensais, num prazo de até 80 meses e taxa de administração de até 21%. O crédito pode ser usado para a compra de motocicletas 0Km ou com até 8 anos de uso. É possível usar o plano de Carros, com créditos de até R$ 100.000,00, para tirar motocicletas de maiores cilindradas.

Impacto pandêmico

O cenário de estabilização da pandemia e retomada da economia também reflete na predileção pelas motos. As montadoras de carros ainda não conseguiram sanar o gargalo da escassez de fornecimento de componentes eletrônicos, como os semicondutores, que são majoritariamente importados e estão em um cenário de resolução de entraves logísticos, de falta de insumos como aço, e ainda enfrentando o momento de forte desvalorização do real ante o dólar, que elevam os custos de produção e impactam negativamente a venda de veículos no mercado nacional. Enquanto a indústria de motos, que não passa pelos mesmos problemas de disponibilidade de peças, está em firme retomada.

Com o colapso da saúde pública em cidades com montadoras no Brasil, como tristemente aconteceu em Manaus (AM) em 2021, a produção dos veículos foi afetada para além da escassez de insumos. Outros fatores que interferiram foram a redução de jornada de trabalho, a diminuição de efetivo e a insuficiência de gases industriais que, juntos, resultaram na queda de fabricação abaixo de 60 mil motocicletas em janeiro e fevereiro daquele ano.

Graças à vacinação e atual fase da pandemia da Covid-19, agora mais estável, a produção de motos voltou a ter força e já bate a média de 100 mil unidades montadas ao mês, correspondendo às demandas geradas durante as fases críticas causadas pelo coronavírus, como o crescimento dos serviços de entregas em domicílio e a procura por transportes de uso individual, seguindo as orientações de agências especializadas de saúde para evitar aglomerações.

A Fenabrave aponta que 40% das motos vendidas em março são veículos urbanos voltados ao transporte de mercadorias, em sua maioria. "O mercado não está indo para o lazer, está indo para o trabalho", avaliou Andreta Júnior. No mesmo período, as scooters foram responsáveis por 36% das vendas, correspondendo às escolhas daqueles que optam pela aquisição de uma motocicleta para deslocamentos de trechos curtos, como o translado entre a casa e o trabalho.

No site do Consórcio Gazin você pode saber mais sobre como funciona o sistema de consórcios, conhecer os planos e fazer uma simulação. Acesse e confira!


Fonte: ABAC


Fale Conosco

    0800-644-8282
    Atendimento de Segunda a Sexta
    das 8 às 19hs. Sábado das 8 às 13hs
    (Horário de Brasília)
    E-mail: consorciogazin@gazin.com.br
    Ouvidoria: 0800-707-4580
SIGA-NOS
Afiliada a Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio
©2022 Consórcio Nacional Gazin - Uma empresa do Grupo Gazin - Todos os direitos reservados.